Projecto "RegulaçÃo da FormaçÃo do Centrossoma”

AutorA | MÓnica Bettencourt-Dias


 

O que É o centrossoma?

O centrossoma é a estrutura que regula o esqueleto e a multiplicação das nossas células, e que está frequentemente alterada no cancro. Tanto a ausência como o excesso destas estruturas está associada a doenças variadas, desde a infertilidade ao cancro. Cada uma das nossas células tem apenas um centrossoma; no cancro há frequentemente muitos mais e têm a sua estrutura alterada.

Quais sÃo os objectivos do projecto?

Identificar moléculas que contribuem para a formação e função dos centrossomas e respetivas implicações para o cancro e outras doenças humanas.

De que forma pode contribuir para combater o cancro?

Uma das formas de prevenir o cancro é o seu diagnóstico precoce. Ao identificar as moléculas envolvidas na formação e função dos centrossomas, poder-se-á investigar se elas estarão alteradas no cancro. Nesse caso poderão servir de marcadores de diagnóstico e prognóstico do cancro.

Qual a principal vantagem?

A principal vantagem científica deste projeto é a combinação de várias abordagens diferentes da biologia clássica e moderna- genética, proteómica, interferência de RNA (RNAi) e microscopia, para a compreensão da formação do centrossoma. Neste projeto vão estar envolvidas pessoas com bastante experiência nestas áreas, como Mónica Bettencourt-Dias, Ana Rodrigues-Martins e Inês Ferreira.

Como pode ajudar o Prémio Crioestaminal a promover a ciência Portuguesa e Europeia?

O projeto está já a ser desenvolvido no Instituto Gulbenkian de Ciência. No entanto, dada a sua dimensão, está também a ser patrocinado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia. O desenvolvimento deste projeto contribuirá para uma melhor compreensão desta estrutura enigmática, o centrossoma, e para a cimentação do Laboratório de Regulação do Ciclo Celular como um laboratório de referência nesta área internacionalmente.